ONU deve julgar Coréia do Norte por política nuclear

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), das Nações Unidas, decidirá hoje, em reunião de emergência a portas fechadas, se entregará ao Conselho de Segurança da ONU a questão da adoção pela Coréia do Norte de uma nova postura em relação à sua política nuclear. O Conselho de Segurança deverá então decidir se aplicará ou não sanções econômicas e outras medidas punitivas contra o país. Segundo uma fonte da AIEA, a resolução declarando que a Coréia do Norte não cumpre as obrigações de acordos internacionais foi preparada há semanas e será adotada hoje. A Coréia do Norte expulsou os inspetores da AIEA do país, retirou suas câmeras de monitoração e reativou sua principal usina nuclear. A Rússia e a China, dois membros do Conselho de Segurança com poder de veto, não devem apoiar sanções contra a Coréia do Norte, dizem analistas. A Rússia anunciou hoje ser contra a apresentação da questão ao Conselho de Segurança e ontem demonstrou intenção de intermediar conversações entre a Coréia e os EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.