ONU discute sanções à Coreia do Norte por foguete

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) está reunido neste momento, atendendo a uma convocação emergencial do Japão, para discutir o lançamento de um foguete pela Coreia do Norte, nesta madrugada. Os Estados Unidos e seus aliados disseram que vão trabalhar por uma condenação unânime e que podem pedir a ampliação das sanções econômicas ao país comunista.

GERSON FREITAS JR., Agencia Estado

05 de abril de 2009 | 17h20

O presidente americano, Barack Obama, disse que o lançamento do foguete ameaçou a paz e a estabilidade das nações "próximas e distantes" da Coreia. O foguete foi lançado de uma base no nordeste da Coreia do Norte. O governo local sustenta que o dispositivo carregava um satélite de comunicações, que teria sido colocado em órbita com sucesso.

Fontes militares dos EUA e da Coreia do Sul, no entanto, não identificaram nenhum novo satélite orbitando a Terra. O artefato teria caído do Oceano Pacífico, em espaço japonês. A embaixadora dos Estados Unidos, Susan Rice, classificou o lançamento como uma "clara violação" das sanções impostas, em 2006, ao programa nuclear e aos testes de mísseis de longo alcance norte-coreanos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do Nortefoguete

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.