ONU diz que 1 milhão de sírios passarão fome

O Programa Mundial de Alimentos (PMA), da ONU, informou ontem que não é capaz de ajudar 1 milhão de sírios que estão passando fome. Em janeiro, a agência pretende ajudar 1,5 milhão dos 2,5 milhões de refugiados que precisam de auxílio humanitário. De acordo com a porta-voz do PMA, Elisabeth Brys, a falta de segurança e a incapacidade de usar o Porto de Tartus deixará um grande número de pessoas sem ajuda em algumas das áreas mais atingidas pelo conflito civil, que já dura 22 meses e deixou 60 mil mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.