ONU diz que 5 mil capacetes azuis já estão no sul do Líbano

Cerca de 5.000 capacetes azuis já estãono sul libanês, número exigido por Israel para sair das zonas queocupou durante sua ofensiva militar contra este país, disse nesta quarta-feiraAlexander Ivanko, porta-voz da Força Interina das Nações Unidas noLíbano (Finul). Segundo Ivanko, "a primeira fase da mobilização está terminada",graças ao envio de soldados franceses, italianos e espanhóis. Antes da chegada dessas tropas, a Finul tinha 2.000 soldados nosul libanês. Israel tinha condicionado sua retirada das áreas ocupadas durantesua ofensiva contra o Líbano à presença de 5.000 capacetes azuis nosul, e o chefe do Estado-Maior israelense, Dan Halutz, disse que ossoldados poderiam terminar sua retirada na sexta-feira à noite. Recentemente, tinha anunciado que as tropas israelenses evacuaram80% destas zonas. No entanto, Ivanko disse que não tinham recebido confirmaçãosobre isso, e que "continuam os contatos com os Exércitos israelensee libanês". Cerca de 10.000 soldados libaneses foram mobilizados no sul dopaís, segundo a resolução 1.701 do Conselho de Segurança da ONU, queexige também o envio de 15.000 capacetes azuis à zona para apoiar oExército libanês a estender a autoridade do Estado em todo oterritório nacional. Ivanko disse que o comando da Finul espera que a retirada totalisraelense do sul do Líbano aconteça "o mais rápido possível, ouseja, antes do final de setembro". O porta-voz da Finul disse esperar que Israel retire os controlesestabelecidos dentro do território libanês, motivo de reclamação dasautoridades locais diante das forças da ONU.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.