ONU elabora resoluções para deter guerra no Líbano

O secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, anunciou em Porto Príncipe que o Conselho de Segurança da ONU estuda atualmente duas resoluções sobre a crise no Oriente Médio. A primeira resolução pedirá a cessação das hostilidades para tentar parar a guerra, disse Annan, que faz sua primeira visita oficial ao Haiti. "As pessoas em Israel e no Líbano estão cansadas e os civis querem um pouco de paz", acrescentou. A segunda resolução se refere a uma solução política a longo prazo, que inclui o posicionamento de uma força de estabilização no sul do Líbano. Annan disse que a missão terá de trabalhar com o governo e o Exército libaneses para que eles possam exercer sua autoridade sobre todo o território do Líbano. Desde 12 de julho, quando começou a ofensiva israelense contra a milícia xiita libanesa Hezbollah, mais de 900 pessoas morreram noLíbano e cerca de 60 em Israel. Annan se reuniu com o presidente haitiano, René Préval, e outras autoridades do país. O secretário-geral da ONU apoiou os esforços do governo para estabilizar a situação no país. Mas o mau tempo adiou a sua viagem à República Dominicana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.