Ward Al-Keswani/Reuters
Ward Al-Keswani/Reuters

ONU eleva para mais de 100 mil número de mortos na Síria

EUA e Rússia tentam realizar conferência internacional para discutir sobre um governo de transição

Agência Estado

25 de julho de 2013 | 12h06

NAÇÕES UNIDAS - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, elevou nesta quinta-feira, 25, o número de vítimas fatais da guerra civil na Síria para mais de 100 mil. Ban pediu que governo e oposição sírios interrompam a violência e declarou que "é imperativo realizarmos uma conferência de paz em Genebra o mais rápido possível."

Ban fez a declaração antes de conversar com o secretário de Estado americano, John Kerry. "Não há solução militar para a Síria", disse Kerry aos jornalistas. "Há apenas uma solução política e que vai exigir liderança para levar as pessoas à mesa de negociação."

Estados Unidos e Rússia tentam realizar uma conferência internacional em Genebra, juntamente com a ONU, para tentar chegar a um acordo a respeito de um governo de transição, que teria como base um plano discutido um ano atrás.

Kerry disse que conversou com o ministro de Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, na quarta-feira e que os dois países continuam comprometidos a avançar nos esforços de paz. "Vamos fazer o que pudermos para que isso aconteça o mais rápido possível", declarou Kerry./ AP

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.