ONU elogia cessar-fogo na Faixa de Gaza

Em depoimento, o porta-voz de Ban Ki-moon disse nesta terça-feira que Gaza "deve retornar a ser gerida por um governo palestino legítimo"

Estadão Conteúdo

26 de agosto de 2014 | 17h30

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, recebeu bem as notícias sobre o acordo para o fim do conflito na Faixa de Gaza negociado por Israel e o grupo de militantes Hamas. Ele alertou, no entanto, que "qualquer esforço para a paz que não enfrente as raízes do problema fará pouco mais do que preparar o terreno para o próximo ciclo de violência.

Em depoimento, o porta-voz de Ban Ki-moon disse nesta terça-feira que Gaza "deve retornar a ser gerida por um governo palestino legítimo", que o bloqueio da região deve ser suspenso e que as preocupações com a segurança de Israel devem ser respeitadas. "Após 50 dias de sofrimento humano profundo e destruição física devastadora, qualquer violação do cessar-fogo seria totalmente irresponsável", ele afirmou.

A declaração da ONU destaca que um processo político que crie dois Estados é a única maneira de se chegar a uma paz duradoura em Gaza. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGazacessar-fogoONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.