ONU encontra traços de plutônio no Egito

Especialistas das Nações Unidas encontraram traços de plutônio nas proximidades de uma instalação nuclear egípcia e investigam se o material está relacionado à fabricação de armas ou é apenas um subproduto de atividades pacíficas na área de energia atômica.Falando à Associated Press, diplomatas alertam contra a conclusão apressada de que o Egito teria violado o Tratado de Não Proliferação Nuclear: os traços de plutônio poderiam ser vazado de uma fissura do reator ou ter outras origens. "De tempos em tempos, coisas assim aparecem onde não deveriam estar", disse um diplomata familiar com a investigação. "Geralmente há uma explicação razoável".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.