ONU encontrou tráfico de pessoas em 118 países

Um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) retratou um quadro dramático sobre os milhões de vítimas de trafico de pessoas para exploração sexual ou trabalho forçado. Segundo o relatório, elas representam pelo menos 136 nacionalidades diferentes e foram encontradas em 118 países. Além disso, a maioria das vítimas é mulher, embora o número de crianças esteja crescendo.

AE, Agência Estado

12 de fevereiro de 2013 | 23h21

O Escritório da ONU contra Drogas e Crime, que lançou o relatório nesta terça-feira na sede da organização, disse que as vítimas podem ser encontradas em restaurantes, locais de pesca, bordéis, fazendas e domicílios, entre muitas outras atividades.

O relatório também informou que o tráfico para exploração sexual registra 58% de todos os casos de tráfico encontrados em todo o mundo enquanto a percentagem de casos detectados para trabalho forçado dobrou nos últimos quatro anos para 36%. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAONUTRÁFICO DE PESSOAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.