KCNA/Handout via REUTERS
KCNA/Handout via REUTERS

ONU exige que Coreia do Norte suspenda programa de mísseis

Conselho de Segurança denuncia lançamento de míssil de médio alcance que, segundo a agência oficial, seria um Hwasong-12

O Estado de S.Paulo

29 Agosto 2017 | 22h20

NOVA YORK - O Conselho de Segurança da ONU denunciou nesta terça-feira o mais recente lançamento de míssil norte-coreano, e exigiu por unanimidade que Pyongyang suspenda o programa depois que o projétil foi lançado no Oceano Pacífico, sobrevoando o território japonês.

Os 15 membros do Conselho mantiveram a unidade, depois da mais recente provocação do ditador norte-coreano, Kim Jong-un, enquanto China e Rússia concordaram em se comprometer, em um comunicado, condenando a atitude isolada do regime.

A Coreia do Norte confirmou nesta terça-feira que o projétil disparado era um míssil de médio alcance. O míssil, um Hwasong-12 de médio alcance, teve seu lançamento supervisionado pelo líder Kim Jong-un e "cortou o céu sobre a península de Oshima, Hokkaido e o cabo Erimo no Japão, segundo seu itinerário de voo, e atingiu seu objetivo nas águas do Pacífico norte", informou a agência oficial KCNA.   / AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.