ONU faz apelo à UE por ações urgentes para salvar imigrantes

Para autoridades, bloco precisa com urgência criar uma operação de resgate de imigrantes no mar e se comprometer em receber um número significativamente maior de refugiados

O Estado de S. Paulo

23 de abril de 2015 | 09h54

BRUXELAS - A União Europeia precisa com urgência criar uma operação de resgate de imigrantes no mar e se comprometer em receber um número significativamente maior de refugiados, afirmaram autoridades da ONU e da Organização Internacional de Migração nesta quinta-feira, 23.

"A resposta da União Europeia precisa ir além da abordagem minimalista atual... que se foca fundamentalmente em conter a chegada de migrantes e refugiados a suas costas", afirmaram as autoridades em comunicado conjunto, antes de uma cúpula de líderes da UE em Bruxelas.

O comunicado foi assinado pelos chefes das agências de Direitos Humanos e para Refugiados da ONU, Zeid Ra’ad Al Hussein e António Guterres, respectivamente, pelo representante especial para migração da ONU, Peter Sutherland, e por William Lacy Swing, chefe da Organização Mundial de Migração. / REUTERS 

Tudo o que sabemos sobre:
ONUUE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.