ONU faz apelo de US$ 460 mi por inundações no Paquistão

A ONU lançou nesta quarta-feira um apelo de quase 460 milhões de dólares em ajuda emergencial às vítimas das enchentes no Paquistão.

REUTERS

11 de agosto de 2010 | 16h57

John Holmes, diretor de assuntos humanitários da ONU, disse que o valor abrangeria 90 dias de ajuda imediata, mas teria de ser revisto dentro de um mês.

A ONU estima que 14 milhões de pessoas tenham sido afetadas pelas inundações, sendo que mais de 1.200 morreram e 300 mil tiveram suas casas destruídas ou danificadas. Holmes disse que cerca de 6 milhões de pessoas precisam de ajuda.

Falando a diplomatas na sede da ONU, Holmes disse que o desastre foi "um dos mais desafiadores que qualquer país enfrentou nos últimos anos", e que, embora tenha havido relativamente poucos mortos, o número de afetados foi "extraordinariamente elevado".

"Se não agirmos com suficiente rapidez, muito mais gente pode morrer de doenças e escassez alimentar", acrescentou.

A Ocha (divisão humanitária da ONU) disse que as prioridades são alimentos, água, tendas e produtos médicos.

(Reportagem de Patrick Worsnip)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUPAKSAJUDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.