ONU faz apelo para que Hamas aceite cessar-fogo

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, fez apelo nesta terça-feira para que o Hamas aceite o cessar-fogo e pare o lançamento de foguetes a partir de Gaza, levando a diante as negociações mediadas pelo Egito.

Agência Estado

15 de julho de 2014 | 16h33

Ban ki-moon "dá suporte integral" à iniciativa de interromper as agressões, segundo o porta-voz da ONU, Farhan Haq. "Ele está profundamente preocupado porque os ataques não pararam, apesar de Israel estar pronto para aceitar o cessar-fogo", disse Haq.

O porta-voz afirmou ainda que o secretário-geral "pede ao Hamas para cooperar com a iniciativa do Egito e faz apelo para que ambos os lados aproveitem essa abertura diplomática".

Em Israel, o presidente Shimon Peres disse que a morte de civis como resultado aos ataques do exército do país cria um dilema moral. Segundo ele, no entanto, Israel não tem alternativas enquanto os militantes islâmicos continuarem a lançar foguetes de Gaza em direção ao país. "Há um dilema moral, mas eu não tenho uma solução para ele", disse.

Uma comissão do Senado dos Estados Unidos apoiou na sessão desta terça-feira uma lei que prevê dobrar o repasse de verbas para o sistema de defesa anti-mísseis de Israel, chamado de domo de ferro. O orçamento chegou a quantia de US$ 351 milhões. Durante o acirramento dos conflitos na última semana, o sistema conseguiu interceptar dezenas de mísseis e nenhuma vítima foi registrada em Israel, apesar de o número de mortos palestinos ter passado de 190. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUIsraelcessar-fogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.