ONU ficará mais um ano em missão na Costa do Marfim

O Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) decidiu hoje estender por mais um ano a missão de manutenção de paz da entidade na Costa do Marfim e ameaçou o país africano com novas sanções em meio à crise política deflagrada pelas recentes eleições presidenciais.

AE, Agência Estado

20 de dezembro de 2010 | 16h53

Caso não fosse renovado pelo CS da ONU, o mandato da missão de paz na Costa do Marfim terminaria no próximo dia 31. A resolução aprovada hoje também abre caminho para uma elevação do contingente de mantenedores de paz no país.

No texto, o CS da ONU "reafirma sua prontidão para impor as medidas necessárias, inclusive sanções pontuais a pessoas que, entre outras coisas, ameaçam os processos de paz e de reconciliação nacional" na Costa do Marfim. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Costa do MarfimcriseONUmissão de paz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.