ONU investirá US$ 85 milhões em ´crises esquecidas´

As Nações Unidas dedicarão US$ 85 milhões de seu Fundo Central para Respostas Emergenciais (Cerf, sigla em inglês) a financiar assistência humanitária em 15 de países onde se vivem "crises esquecidas", que não contam com apoio econômico suficiente.O Escritório de Coordenação de Assuntos humanitários da ONU (Ocha, sigla em inglês) informou nesta quinta-feira que o fundo, lançado há um ano para suprir a carência de recursos econômicos para financiar as crises menos atendidas, conta este ano com US$ 343 milhões contribuídos por 50 doadores, dos quais 47 são países.Até o momento, a ONU fez uso de US$ 77 milhões, além dos US$ 85 milhões que vai desbloquear para esta nova iniciativa, destinada a Angola, Bangladesh, Burundi, República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Costa do Marfim, Coréia do Norte, Eritréia, Etiópia, Haiti, Birmânia, Namíbia, Somália, Sudão e Zimbábue.Em 2006, o fundo destinou US$ 230 milhões a 320 projetos humanitários em 30 países, com as contribuições de outros 54 Estados, embora a idéia inicial fosse de o Cerf contar com recursos iniciais de US$ 500 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.