ONU já pode suspender sanções contra a Líbia

Parentes das vítimas do avião francês derrubado num atentado a bomba em 1989 anunciaram a assinatura de um acordo de indenização com a Líbia, o que abre caminho para a aprovação de uma resolução da ONU suspendendo as sanções impostas à nação africana. O acordo complementa os US$ 33 milhões já pagos pelo governo líbio, segundo acordo firmado em 1999.A assinatura do acordo satisfaz a condição imposta pelo governo francês para não vetar uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas, encerrando a punição internacional da Líbia por sua associação com atos terroristas. As sanções estão sob suspensão temporária desde 1999. ?A França não se opõe a que o Conselho de Segurança vote ... o mais rápido possível?, disse o chanceler Dominique de Villepin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.