ONU: mais de 1.200 iraquianos foram mortos em novembro

A Organização das Nações Unidas (ONU) disse que mais de 1.200 iraquianos foram mortos em novembro em atos de terrorismo e violência no país.

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2014 | 10h57

Segundo a Missão de Assistência da ONU no Iraque, 1.232 iraquianos foram mortos em novembro e 2.434 ficaram feridos, uma pequena queda em relação aos números do mês passado.

A direção de Saúde da província de Anbar, no oeste, repassou informações sobre mortos e feridos no local para a ONU. De acordo com os dados, 402 pessoas foram mortas na província no período, a maioria em Ramadi, onde membros do grupo Estado Islâmico continuam a combater com forças de segurança iraquianas. A ONU verificou que pelo menos 332 pessoas foram mortas na província de Bagdá.

Em outubro, segundo levantamento da ONU, 1.273 pessoas foram mortas em decorrência da violência no Iraque. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
IraqueONUmortosnovembro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.