ONU: missão de paz no Sudão do Sul irá proteger civis

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas aprovou por unanimidade a alteração do mandato da missão de paz ao Sudão do Sul, que agora deverá se focar na proteção de civis em vez da reconstrução da nação.

AE, Agência Estado

27 Maio 2014 | 18h34

A resolução, aprovada terça-feira pelo órgão mais poderoso da ONU, também destaca uma missão de monitoramento do cessar-fogo assinado em maio juntamente com os soldados para proteger os monitores.

A violência étnica que alvejou o país mais jovem do mundo eclodiu em dezembro do ano passado, causando a morte de milhares de pessoas e forçando que mais de 1,3 milhão de sul-sudaneses fugissem de suas casas.

Um cessar-fogo inicial foi assinado em janeiro, mas a luta continuou. Um segundo acordo pela paz foi assinado em 9 de maio levou a um impasse no país. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ONU Sudão do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.