ONU mostra falha no tratamento de crianças com HIV

Um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) mostrou que os esforços globais para fornecer terapia anti-retroviral para crianças com HIV falharam acentuadamente em comparação aos adultos.

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2014 | 20h53

Apenas 24% das crianças com HIV recebiam terapia anti-retroviral no final de 2013, em comparação com 38% dos adultos. O número de crianças na terapia aumentou apenas três pontos porcentuais durante o primeiro semestre de 2014, em comparação a seis pontos porcentuais nos adultos.

Os números são parte de um relatório da agência das Nações Unidas para Aids divulgado nesta segunda-feira com detalhes dos esforços para acabar com a epidemia de AIDS como uma ameaça mundial até 2030.

No lado positivo, houve um progresso dramático em parar novos infecções de HIV entre crianças. O número de crianças infectadas em 2013 foi 58% menor do que em 2002, ano em que os casos atingiram recorde. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ONUAIDS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.