ONU não renovará missão de observação na Síria, diz embaixador

O Conselho de Segurança da ONU não vai renovar o mandato da missão de observadores da organização na Síria --prestes a expirar nos próximos dias-- e vai iniciar a retirada de seus integrantes do país, disse nesta quinta-feira o embaixador francês na ONU, Gérard Araud.

Reuters

16 de agosto de 2012 | 14h42

"O mandato da Unsmis acaba em 19 de agosto. A Unsmis vai desaparecer", disse Araud, que preside o Conselho de Segurança no mês de agosto, referindo-se à missão de observação no país. Ele afirmou que não foram atendidas as condições para a renovação do mandato.

O embaixador russo na ONU, Vitaly Churkin, declarou que os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança --Rússia, China, Estados Unidos, França e Grã-Bretanha-- e líderes regionais importantes vão se reunir em Nova York na sexta-feira para analisar a situação síria.

Araud disse lamentar que a missão de observadores da ONU vá acabar.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUSIRIAMISSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.