EFE
EFE

ONU oferece ajuda nas ações de resgate e recuperação após terremoto na Indonésia

Autoridades registraram 98 mortes até o momento, mas afirmam que número deve aumentar; tremor foi de 7,0 na escala Richter

O Estado de S.Paulo

06 Agosto 2018 | 17h59

SENGIGI, INDONÉSIA - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, ofereceu a ajuda à Indonésia nesta segunda-feira, 6, após o terremoto devastador em Lombok, que deixou ao menos 98 mortos

O chefe expressou tristeza com a "devastadora perda de vidas, ferimentos e danos" causados pelo desastre, informou o vice-porta-voz da ONU, Farhan Haq.

Guterres disse que "as Nações Unidas estão prontas para apoiar os esforços de resgate e socorro, caso necessário". O segundo terremoto em uma semana a atingir Lombok matou ao menos 98 pessoas, mas autoridades locais afirmam que esse número pode aumentar.

No dia 29 de julho, outro tremor matou 16 pessoas e danificou centenas de casas na ilha. O segundo terremoto, do domingo 5, derrubou algumas das casas que foram anteriormente abaladas e teve magnitude de 7,0 na escala Richter, segundo autoridades indonésias. / AP

Mais conteúdo sobre:
terremotoIndonésia [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.