ONU paralisa envio de ajuda humanitária a Gaza

A Agência para Trabalhos de Assistência das Nações Unidas para Refugiados Palestinos (UNRWA, na sigla em inglês) anunciou hoje a paralisação do envio de ajuda humanitária à Faixa de Gaza por considerar que o partido islâmico Hamas, que governa o território, está interferindo no processo. A UNRWA alegou ter tomado a decisão depois de integrantes do Hamas interceptarem um carregamento humanitário pela segunda vez esta semana. O Hamas qualificou a decisão como "injustificada".De acordo com a entidade, dez contêineres de farinha e arroz entregues ontem na Faixa de Gaza foram levados por caminhões do Ministério de Assuntos Sociais, controlado pelo Hamas. No início da semana, policiais ligados às forças de segurança do partido levaram cobertores e porções de comida destinada a moradores necessitados do território, que nas últimas semanas foi devastado por bombardeios israelenses que mataram cerca de 1.300 pessoas.A UNRWA informou que a suspensão permanecerá em vigor até que os carregamentos sejam devolvidos e a agência receba garantias do Hamas de que isso não voltará a acontecer.Chris Gunness, porta-voz da UNRWA, disse que a entidade continuará distribuindo a ajuda armazenada em seus galpões na Faixa de Gaza, mas advertiu que o estoque está perto do fim e "é suficiente apenas para mais alguns dias".Já o porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, qualificou como "injustificada" a decisão do órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) e disse que o grupo apoia a UNRWA, mas acredita que funcionários da agência tenham distribuído ajuda a integrantes de facções políticas rivais. "Nós do Hamas rejeitamos qualquer utilização política das necessidades da população", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.