ONU pede à Autoridade Palestina que investigue atentados

O alto comissário da ONU para Direitos Humanos, o brasileiro Sérgio Vieira de Mello, pediu hoje, em uma nota oficial, que a Autoridade Palestina investigue os atentados suicidas cometidos no último domingo em Tel-Aviv e que deixaram 23 israelenses mortos, além de centenas de feridos.O brasileiro quer que a Autoridade Palestina leve os responsáveis por planejar os ataques a julgamento. Vieira de Mello ainda pede que os palestinos façam o possível para evitar atos semelhantes: "Ataques aos civis são atos ilegais", afirmou o alto comissário.Para o brasileiro, a violência apenas serve para tornar o problema entre palestinos e israelenses ainda mais complicado. "Isso não levará a uma solução do conflito", afirmou Vieira de Mello, que sugeriu que ambos os governos voltem à mesa de negociações. O brasileiro ainda pediu que Israel não responda aos ataques palestinos e respeite o direito internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.