ONU pede por ajuda urgente a fazendeiros filipinos após tufão

Fazendeiros filipinos precisam de ajuda urgente para evitar que uma "dupla tragédia" castigue os sobreviventes em áreas rurais do tufão que atingiu o país no início de novembro, disse a agência de segurança alimentar da Organização das Nações Unidas nesta quarta-feira.

Reuters

27 de novembro de 2013 | 08h40

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) disse ser necessário mais de 11 milhões de dólares para ajudar a limpar e liberar terras para agricultura e desassorear canais de irrigação obstruídos em consequência do tufão Hayian, que matou pelo menos 3,9 mil pessoas em 8 de novembro.

A nova cifra seria em acréscimo aos 20 milhões de dólares já solicitados pela FAO para ajudar os agricultores a fertilizar, irrigar e manter as plantações e assegurar as próximas colheitas em 2014, disse a agência com sede em Roma por comunicado.

"Seria uma dupla tragédia se na próxima primavera as famílias rurais ainda precisem depender de continuada assistência alimentar humanitária porque nós não fomos capazes de dá-los suporte enquanto se recuperam dessa tragédia", disse a diretora da divisão de emergência e reabilitação da FAO, Dominique Burgeon.

(Reportagem de Catherine Hornby)

Mais conteúdo sobre:
ONUFILIPINASFAZENDEIROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.