ONU pede que Líbano/Síria impeçam ataque do Hezbollah

Israel disse que o secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, concordou em alertar o Líbano e a Síria de que os contínuos ataques da guerrilha Hezbollah contra seu país poderá trazer "consequências alarmantes" para o Oriente Médio. Nas últimas 48 horas, os ataques das guerrilhas intensificaram-se na fronteira de Israel com o Líbano. O ministro das Relações Exteriores de Israel, Shimon Peres, pediu a Annan que alerte a Síria e o Líbano para que tomem "medidas imediatas e efetivas" a fim de cessar os ataques das guerrilhas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.