ONU pede US$ 357 milhões para ajudar Paquistão

Islamabad, 18 - A Organização das Nações Unidas (ONU) pediu hoje US$ 357 milhões para ajudar os paquistaneses afetados pelas inundações que danificaram centenas de milhares de lares e destruiu milhões de acres de safras. O Paquistão sofre com enchentes decorrentes das chuvas de monções que afetam a maior parte do sul da Ásia entre junho e setembro.

Agência Estado

18 Setembro 2011 | 15h46

Neste ano, as chuvas foram mais fortes que o normal, chegando num momento em que muitas pessoas ainda tentavam se recuperar das inundações de 2010, que foram as piores na história do país. O montante solicitado pela ONU será usado para ajudar mais de 5,4 milhões de pessoas nas províncias de Sindh e Baluchistan nos próximos seis meses, disse Humaira Mehboob, porta-voz do braço humanitário da organização.

Tais províncias foram as mais afetadas pelas enchenTes neste ano.

Somente em Sindh, as inundações mataram 223 pessoas e destruíram cerca de 665 mil lares, deixando mais de 1,8 milhão de pessoas desabrigadas, de acordo com um plano divulgado hoje pela ONU. "A situação das pessoas que foram forçadas a deixar seus lares é terrível, e há clara evidência de crescentes necessidades humanitárias", informou o plano de resposta. As informações são da Associated Press. (AE)

Mais conteúdo sobre:
paquistãoONUinundações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.