ONU pode paralisar vôos em Angola

O Programa Mundial de Alimentação (WFP,por sua sigla em inglês) da ONU decidirá amanhã sobre umaparalisação de seus vôos sobre Angola depois de dois ataques amísseis contra sua frota, informou hoje a porta-voz da WFP emLuanda, Cristina Muller. A decisão será tomada durante uma reunião de emergência entrea agência das Nações Unidas e representantes do governo angolano onde serão discutidos assuntos humanitários e a situação desegurança depois dos ataques. Os vôos de transporte de alimentos foram suspensos nasexta-feira passada depois que um míssil quase atingiu doisaviões alugados pela WFP. Os parelhos carregavam 17 toneladas decomida. O ataque ocorreu uma semana depois que um outro avião daWFP fora atingido por um míssil enquanto sobrevoava a regiãoleste de Angola. Uma das turbinas do aparelho ficou praticamentedestruída, mas a tripulação conseguiu aterrissar o avião comsegurança. Agências de ajuda são obrigadas a usarem aviões para chegaremàs vilas já que a maior parte do território angolano éinacessível devido às minas plantadas pelos rebeldes da UNITA eo exército, que travam uma guerra civil desde a independência dopaís de Portugal, em 1975.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.