ONU realiza reunião de emergência sobre Ucrânia

O Conselho de Segurança da organização das Nações Unidas (ONU) realizou pela 26ª vez uma reunião de emergência sobre a Ucrânia, convocada pelos EUA, porém não tomou qualquer medida concreta.

Estadão Conteúdo

12 Novembro 2014 | 21h13

A reunião de quarta-feira aconteceu horas depois de principal comandante da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) afirmar que novas tropas e tanques russos entraram no leste da Ucrânia. Moscou negou as acusações. A embaixadora americana Samantha Power disse ao conselho que a Rússia "fala de paz, mas continua alimentando a guerra".

O representante da Rússia, Alexander Pankin, declarou que as reuniões do conselho não podem ser transformadas em farsas e chamou a tempestade de críticas dos colegas de "outra incursão de propaganda com novos floreios".

O Conselho de Segurança se reuniu repetidas vezes sobre a Ucrânia desde que o conflito eclodiu no começo deste ano, mas poucas ações concretas foram tomadas, uma vez que a Rússia tem poder de veto como membro permanente.

O secretário-geral adjunto da ONU para assuntos políticos, Jens Toyberg-Frandzen, afirmou ao conselho que a ONU está "gravemente preocupada sobre a possibilidade de um retorno dos "combates em grande escala" na região controlada por rebeldes.

O embaixador ucraniano, Yuriy Sergeyev, alertou que "a única razão pela qual a guerra aberta no leste do país não começou ainda é devido às restrições da Ucrânia". Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
UcrâniaONUReunião Emergência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.