ONU revela suspeitos de matar Hariri

O Tribunal Especial da ONU para o Líbano decidiu revelar formalmente ontem o nome dos quatro integrantes do grupo xiita Hezbollah acusados de envolvimento no assassinato do ex-premiê libanês Rafik Hariri. A imprensa libanesa já tinha revelado os nomes dos quatro acusados: Salim Jamil Ayyash, Mustafa Amine Badreddine, Hussein Hassan Oneissi e Assad Hassan Sabra. Hariri morreu num atentando com carro-bomba em Beirute em fevereiro de 2005, com 22 mortos. O Hezbollah nega envolvimento no caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.