ONU: Tensão nas Coreias pode se tornar incontrolável

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-Moon, advertiu que mesmo um pequeno erro de cálculo envolvendo as tensões na península coreana pode se transformar uma "situação incontrolável". Ban quer que a Coreia do Norte baixe o tom de sua "retórica provocativa".

AE, Agência Estado

09 de abril de 2013 | 14h13

Ban, que foi ministro de Relações Exteriores da Coreia do Sul, também pediu que Pyongyang retome as atividades no parque industrial de Kaesong, que fica perto da fronteira, em território norte-coreano. Pyongyang retirou, nesta terça-feira, mais de 50 mil trabalhadores do local.

Falando com jornalistas em Roma, Ban disse que o projeto "não deve ser afetado por considerações políticas. Esta é uma questão puramente econômica."

Ele disse que as tensões são "muito perigosas" e pediu contenção. "Se qualquer pequeno incidente for causado por erro de cálculo ou de julgamento, pode criar uma situação incontrolável."

"Eu falei com a liderança chinesa e vou discutir isso com o presidente Barack Obama na quinta-feira", acrescentou ele. "O nível de tensão na península coreana não é útil para ninguém" afirmou Ban, acrescentando que todos os lados devem "acalmar as tensões e iniciar o diálogo". As informações são da Associated Presss e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CoreiascriseBan Ki-moon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.