ONU terá reunião de emergência sobre a Ucrânia

O Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) convocou uma reunião de emergência na sexta-feira de manhã para discutir a situação na Ucrânia. A missão da ONU no Reino Unido informou que o encontro foi convocado para às 11h (de Brasília).

AE, Agência Estado

17 Julho 2014 | 21h52

Na quarta-feira, um caça da força aérea da Ucrânia foi abatido. A tensão na região escalou nesta quinta-feira, com a queda de um Boeing 777 da Malaysia Airlines, com 298 pessoas a bordo. O avião foi abatido quando sobrevoava uma região controlada pelos rebeldes pró-Rússia e acredita-se que a aeronave tenha sido atingida por um míssil terra-ar.

Os britânicos propuseram ao Conselho de Segurança um comunicado que demande a "total, minuciosa e independente investigação internacional sobre o incidente". O documento, obtido pela Associated Press, circulou entre os 15 membros do conselho, que devem aprovar o texto antes de ser oficialmente emitido.

Mais cedo, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que "há claramente a necessidade por uma completa e transparente investigação internacional" sobre a queda do avião que sobrevoava a Ucrânia.

Em evento para a mídia, Ban disse estar monitorando de perto o desastre envolvendo o avião de passageiros da Malaysia Airlines. "Eu ofereço minhas profundas condolências às famílias e aos entes queridos das vítimas e às pessoas da Malásia", acrescentou.

Tanto o governo ucraniano quanto os separatistas pró-Rússia na região negaram qualquer responsabilidade pela queda do avião.

O embaixador da Ucrânia para a ONU, Yuriy Sergeyev, publicou no Twitter que a Ucrânia apresentará evidências de envolvimento militar da Rússia na queda do Boeing. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Ucrânia avião onu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.