ONU trabalha para abastecer áreas rebeldes na Síria

Altos funcionários da ONU dizem que estão trabalhando com urgência com países-chave para determinar a melhor forma de implementar uma resolução do Conselho de Segurança que permite a entrega ajuda humanitária internacional às áreas controladas pelos rebeldes na Síria sem a aprovação do governo.

AE, Agência Estado

16 de julho de 2014 | 22h13

Os programas Humanitário, Alimentar Mundial e Unicef informaram em declaração conjunta nesta quarta-feira que a resolução aprovada sábado "representa um avanço nos esforços para se obter a ajuda que os sírios precisam" e que a medida poderia ajudar até 2,9 milhões de pessoas.

Equipes do programa Alimentar Mundial estão na região implantando um sistema para monitorar as remessas de ajuda e a Unicef já preparou os suprimentos para os primeiros comboios que irão atravessar a fronteira, incluindo cobertores, purificadores de água, seringas e kits de higiene. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUSíriaguerra civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.