ONU: violência no Iraque deixou 703 mortos em fevereiro

A Organização das Nações Unidas afirmou neste sábado que em fevereiro a violência no Iraque matou 703 pessoas, número superior ao do mesmo período do ano anterior.

Agência Estado

01 de março de 2014 | 16h22

O dado do mês passado divulgado pela missão da ONU no Iraque está próximo do registrado em janeiro, de 733, mostrando que a onda de violência que começou há 10 meses com uma repressão do governo a um acampamento com manifestantes sunitas não está retrocedendo.

Segundo a ONU, em fevereiro os atentados mataram 564 civis e 139 membros das forças de segurança. Os incidentes violentos também deixaram 1.381 feridos, a grande maioria civis.

A capital, Bagdá, foi a mais afetada, com 239 pessoas mortas, seguida de duas províncias predominantemente sunitas - Salaheddin, no centro, com 121 mortos, e Nínive, no norte, com 94 mortos.

Neste sábado, ataques de insurgentes mataram pelo menos cinco pessoas e feriram outras 14, disseram autoridades. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEVIOLÊNCIAONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.