Onze muçulmanos são assassinados no Sri Lanka

Onze muçulmanos foram assassinados por supostos membros da guerrilha tâmil no distrito de Ampara, no leste Sri Lanka, informou nesta segunda-feira o vice-superintendente da Polícia local, Ranjith Silva.A Polícia e os familiares dos onze mortos, que eram operários da construção, iniciaram uma busca depois que os trabalhadores não retornaram para suas residência na noite passada.Os corpos foram encontrados esfaqueados em uma área próxima de seu local de trabalho. Um colega dos onze mortos foi encontrado gravemente ferido e encaminhado a um hospital local.Segundo a fonte, os onze trabalhadores participavam de um projeto de construção de uma represa e tinham recebido ameaças dos rebeldes Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE).Os rebeldes advertiram os funcionários sobre os "riscos" de trabalhar na da obra, que fica em uma região sob controle das forças governamentais, mas que se encontra na divisa entre as terras da zona controlada pelo Governo e as que estão sob domínio do LTTE.A violência no Sri Lanka aumentou de forma alarmante desde o final de julho, sobretudo no norte e no leste do país, apesar de a trégua assinada entre o Governo e o LTTE, em fevereiro de 2002, ainda estar em vigência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.