Onze soldados americanos morreram quarta-feira no Iraque

O Exército dos EUA confirmou nesta quinta-feira a morte de mais um marine na quarta-feira, elevando para 11 o número de militares mortos em apenas um dia, enquanto aumenta a pressão para o presidente Bush mudar sua estratégia de guerra.O soldado foi alvejado ontem enquanto manejava uma metralhadora no telahdo de um posto de controle na capital da conturbada província de Anbar, de acordo com um repórter da AP que presenciou o fato.A morte ocorreu no mesmo dia em que outros 10 militares americanos também foram mortos em quatro incidentes separados no Iraque. As mortes constituem num forte golpe contra o governo americano, no mesmo dia em que o grupo de estudos sobre o Iraque apresentou seu relatório em Washington, recomendando a transição gradual das forças americanas, de um papel de combate, para o de treinamento. Os militares também divulgaram detalhes de outras cinco mortes da quarta-feira, afirmando que era uma força tarefa atingida por uma bomba na beira da estrada enquanto realizavam operações de combate nos arredores de Kirkuk. Os ataques ocorreram após um final de semana particularmente sangrento, e aumentou para 31 o número de militares mortos só na primeira semana deste mês. Ao menos 69 militares foram mortos em novembro e 195 soldados morreram em outubro, maior número de soldados mortos em um mês desde janeiro de 2005. Ao menos 2.919 militares americanos já morreram desde o início da guerra, de acordo com a conta da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.