Onze soldados dos EUA morrem nas últimas 48 horas no Iraque

Pelo menos 11 soldados das forças americanasposicionadas no Iraque morreram nas últimas 48 horas em Bagdá e naprovíncia de Al-Anbar, ao oeste da capital, informou o comandomilitar em dois comunicados. Na última nota de imprensa, o comando militar explica que quatromilitares morreram na tarde de segunda-feira quando seu veículo foiatingido pela explosão de uma bomba no noroeste de Bagdá. O comunicado não dá mais detalhes sobre o que ocorreu e se limitaa afirmar que a identidade dos mortos será revelada quando seusparentes forem comunicados. Em comunicado anterior, o comando militar explica que mais quatrosoldados morreram em outros incidentes ocorridos na segunda-feira emBagdá. A nota acrescenta que um quinto militar morreu no mesmo dia porcausa dos ferimentos sofridos "em um confronto anterior". Outros dois soldados americanos morreram na província deAl-Anbar, no oeste do Iraque, devido "aos ferimentos sofridosenquanto realizavam operações" na região, acrescenta o comunicado. Durante o fim de semana, outros cinco militares americanosmorreram em Al-Anbar, província considerada como o principal redutoda insurgência iraquiana. Com as últimas mortes, o total de soldados dos EUA mortos noIraque chega a 2.720 desde a invasão do país, em março de 2003. Ataques e tiroteios matam pelo menos oito pessoas Pelo menos oito iraquianos, entre eles umpolicial, morreram e mais de dez pessoas ficaram feridas nesta terça-feira em umasérie de incidentes violentos ocorridos no país, informaram à Efefontes policiais. O capitão da Polícia Ahmed Abdallah explicou que dois civismorreram e outros três ficaram feridos com a explosão de bombas nobairro Al-Qahira, no norte de Bagdá. Além disso, um dos dez feridos pela explosão de duas bombas pertode uma mesquita xiita no bairro de Kerrada, no centro da capital,não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Na província de Salaheddin, ao norte de Bagdá, um grupo de homensatacou com armas automáticas um posto de controle em Dur, onde matouum policial e feriu outro, acrescentaram as fontes. Segundo apolícia, os quatro homens armados morreram durante a troca de tiros. Houve também um ataque com bombas em Hilla, capital de Babel,província majoritariamente xiita, disseram as fontes. Dez pessoas ficaram feridas em um tiroteio nessa região. Trêsdelas encontram-se em estado grave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.