Opep ainda não definiu prazo para corte na produção

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) ainda não estabeleceu um prazo para a implementação do corte na produção de petróleo em 1,5 milhão de barris por dia, disse Ali Rodriguez, secretário geral da Organização. "O corte na produção seria para manter a estabilidade nos mercados de petróleo, então ainda não temos prazo," disse ele. Respondendo à pergunta sobre se fará uma visita à Rússia, Rodriguez afirmou que espera um convite para uma visita em janeiro. Rodriguez acrescentou que a reunião da Opep de sexta-feira vai analisar a situação do mercado de petróleo, o desaquecimento econômico global e a oferta e demanda. O Ministro do Petróleo do Kuwait, Adel al-Subeih, que chegou no Cairo há pouco para participar da reunião de sexta-feira, disse que é difícil prever o resultado do encontro antes de consultar outros membros da Organização. "É crucial garantir o compromisso de países não-membros aos cortes prometidos antes de decidirmos sobre a redução na produção de petróleo," disse ele. O ministro do Petróleo da Arábia Saudita, Ali Naimi, declarou hoje que as chances de uma redução na produção de petróleo pela OPEP em 1 de janeiro são de 100%. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

26 de dezembro de 2001 | 13h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.