Opep cortará produção e Rússia seguirá, diz presidente

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) tem consenso para decidir cortar a produção no encontro que realiza esta semana e a Rússia provavelmente acompanhará a decisão, disse o presidente do cartel em uma entrevista de televisão, revelada por jornais argelianos."Com base nos contatos que fiz recentemente com meus parceiros na Opep, particularmente o ministro de Petróleo saudita, há um consenso para cortar a produção", disse Chakib Khelil, segundo os jornais da Argélia, onde a Opep irá se reunir no dia 17.Ele não especificou o tamanho provável do corte a ser decidido, mas disse que a Arábia Saudita começará a reduzir sua produção em 8% a partir de janeiro."A Rússia deve cortar sua produção em linha com a decisão da Opep, em Oran", afirmou ele, segundo os jornais. "Mas há diferenças entre a posição oficial russa e a das empresas privadas de petróleo da Rússia."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.