Operação de desarmamento é feita no leste do Congo

Uma autoridade do governo do Congo informou hoje que uma operação de desarmamento está sendo executada no leste do país, como parte da exigência feita pela missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) de estabelecer uma "zona de segurança".

ASSOCIATED PRESS, Agência Estado

03 de agosto de 2013 | 19h49

A medida visa a garantir que apenas as forças de segurança congolesas estejam armadas na região, que tem sido ameaçada por rebeldes do movimento M23. Bahati Luhunga, autoridade na cidade de Sake, quase 27 quilômetros distante de Goma, afirmou neste sábado (3) que as tropas do governo conduziram uma busca de casa em casa.

Foram encontradas 32 pessoas com armas e munições, de acordo com Luhunga. Ele disse que outros moradores armados escaparam porque foram avisados por amigos do exército de Congo. A chamada zona de segurança da ONU entrou em vigor na quinta-feira passada, mas a organização ainda não divulgou o número total de pessoas desarmadas no país.

Tudo o que sabemos sobre:
Congodesarmamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.