Operação no Iraque acaba com 60 insurgentes detidos

Sessenta insurgentes acusados de integrar grupos armados foram detidos em várias operações realizadas na noitedesta quinta-feira e nesta sexta-feira em diferentes pontos da província deDiyala, no norte do Iraque. Segundo fontes do escritório de coordenação entre americanos eiraquianos, a busca pelos insurgentes, iniciada na quinta-feira à noite econcluída no começo da manhã desta sexta-feira, foi realizada emquatro bairros do sudoeste de Baquba, no centro de Diyala. Na operação, foram achados uma grande quantidade de armas e umdepósito de armamento no interior de uma mesquita, acrescentaram asfontes. Por sua vez, a Polícia de Diyala encontrou o corpo do irmão doex-governador desta província, que tinha sido seqüestrado há doismeses, acrescentaram as fontes. O cadáver da vítima, identificada como Azir Hassan al-Yaburi, temfoi achado na localidade de Miqdadiya, no nordeste de Diyala, comvárias marcas de tiros. No sul de Bagdá, pelo menos dois policiais iraquianos morreram emconfronto com insurgentes armados. Fontes policiais disseram que o enfrentamento ocorreu depois queuma patrulha da Polícia iraquiana foi atacada enquanto realizava umaoperação no bairro de Al Dura. A troca de tiros coincidiu com o início, às 11h (4h de Brasília),da proibição ao tráfego de veículos, que se estenderá até as 15h(12h de Brasília) e é aplicado todos as sextas-feiras. A medida faz parte do plano de segurança anunciado em 14 de junhopelo governo de Bagdá com o objetivo de reduzir a violência nacapital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.