Operação põe em xeque embargo da UE à China

O Paquistão está tentando comprar mísseis e radares da França para um jato que está desenvolvendo em conjunto com a China, revelou a publicação Jane?s Defense. Especialistas alertam para o risco de a tecnologia parar nas mãos dos chineses, violando o embargo de armas europeu à China. Esses mísseis e radares equipam os caças Mirage de Taiwan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.