Operação prende 184 suspeitos de pedofilia na Europa

A agência policial da União Europeia, a Europol, informou hoje que desmantelou uma enorme rede internacional de pedofilia, resgatando 230 crianças de abusos sexuais e detendo 184 suspeitos - incluídos professores e policiais. A operação de três anos, chamada Resgate, descobriu 670 suspeitos, identificou e protegeu crianças em mais de 30 países, prendendo criminosos sexuais, disse Rob Wainwright, diretor da Europol.

AE, Agência Estado

16 de março de 2011 | 20h17

A rede tinha centro no website chamado boylover.net, com sede em Amsterdã (Holanda), o qual Wainwright descreveu como "provavelmente, a maior rede online de pedofilia no mundo". A investigação europeia também envolveu as polícias da Austrália, Estados Unidos e Tailândia. "Aqueles que foram membros do website podem esperar uma batida na porta em um futuro muito próximo", disse Peter Davies, do Centro de Proteção às Crianças da Grã-Bretanha. As crianças vítimas da rede, na Grã-Bretanha, têm idades entre sete e 14 anos, disse a polícia. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.