Operação russa deixa 17 insurgentes islamitas mortos

Funcionários do governo russo informaram hoje que dois suspeitos de terem participado de um atentado a bomba no aeroporto mais movimentado do país foram detidos, em uma operação que deixou 17 insurgentes islamitas e 3 policiais mortos.

AE, Agência Estado

28 de março de 2011 | 17h50

A operação ocorreu na manhã de hoje na Ingushetia, república russa no Cáucaso. Um porta-voz do Ministério do Interior da Rússia para a Ingushetia, Sergei Morozov, disse que dois agentes da polícia federal russa e um policial local foram mortos na ação, que envolveu a tomada de um acampamento dos insurgentes.

Morozov também disse que dois suspeitos do atentado a bomba de 24 de janeiro contra o Aeroporto de Domodedovo, perto de Moscou, foram detidos. O ataque deixou 37 mortos. Um líder islamita do Cáucaso assumiu a autoria do atentado. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.