Ali Khodaei,Tasnim News Agency via AP
Ali Khodaei,Tasnim News Agency via AP

Equipes de resgate encontram destroços do avião que caiu no Irã

Operações de busca foram retomadas nesta manhã; aeronave desapareceu das telas de radar 50 minutos após decolar no domingo

O Estado de S.Paulo

19 Fevereiro 2018 | 03h33
Atualizado 19 Fevereiro 2018 | 12h25

TEERÃ - Destroços do avião que caiu com 66 pessoas a bordo no domingo foram encontrados na região central do Irã, relatou a mídia estatal. O vice-governador da Província de Kohgiluyeh e Boyer-Ahmad disse nesta segunda-feira, 19, que as peças foram vistas perto da cidade de Dengezlu, no distrito de Semirom, na Província de Isfahan. 

+ Desvendar mistério com avião da Malaysia Airlines vale US$ 70 milhões

As equipes de resgate iranianas retomaram nesta manhã as operações de busca, informou a agência de notícias oficial Irna. As autoridades locais suspenderam no domingo as buscas pelos destroços do avião da companhia Aseman Airlines em razão das condições meteorológicas na área do acidente.

+ Investigação atribui queda de avião na Rússia a congelamento de sensores

O avião ATR-72 havia decolado do aeroporto de Teerã na manhã de domingo e seguia para a cidade de Yasuj, na Província de Ispahan, sudoeste do país. A aeronave desapareceu das telas de radar 50 minutos depois, quando sobrevoava as montanhas de Zagros, a 500 km de Teerã e a menos de 25 km de seu destino, segundo a Aseman.

Nesta segunda-feira, helicópteros e equipes de resgate das Forças Armadas e da organização humanitária Crescente Vermelho, assim como voluntários locais, participavam das buscas dos destroços. Contudo, acredita-se que ninguém tenha sobrevivido à queda, segundo a emissora estatal. / AFP e REUTERS

Reveja: Rússia investiga queda de avião

Mais conteúdo sobre:
Irã [Ásia] acidente aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.