Reprodução / Arkadiusz Podniesinski
Reprodução / Arkadiusz Podniesinski

Operador da usina de Fukushima anuncia fim da instalação para criar ‘muro de gelo’

Objetivo da construção é evitar a acumulação de água contaminada com radiação e vazamentos para o mar

O Estado de S. Paulo

10 de fevereiro de 2016 | 10h37

OKUMA, JAPÃO - O operador da usina nuclear de Fukushima anunciou nesta quarta-feira, 10, que terminou de instalar a maquinaria para construir um "muro de gelo" sob o solo da unidade que evite a acumulação de água contaminada e vazamentos para o mar.

O anúncio coincide com a visita nesta quarta-feira de um grupo de jornalistas estrangeiros à central, na qual será feito um balanço do processo de desmantelamento da usina quando resta um mês para completar cinco anos do acidente nuclear na unidade.

A criação do muro de gelo, uma das medidas para solucionar um dos principais problemas deste processo, ainda depende da aprovação da Autoridade de Regulação Nuclear (NRA), segundo esclarecimentos da Tokyo Electric Power (Tepco) em um comunicado.

A NRA deverá certificar que a operadora e proprietária de Fukushima é capaz de consertar corretamente este sistema sem provocar outros vazamentos de água radioativa nas instalações.

O objetivo do muro é fazer com que não aumente o volume de água radioativa que se acumula nos porões dos prédios e que se filtre posteriormente o líquido para o oceano Pacífico.

Esta tecnologia foi utilizada previamente na construção de túneis junto ao litoral ou perto de rios, ou ainda em áreas com grande quantidade de água subterrânea. /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
Fukushimausina nuclearcontaminação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.