Operadoras de telefonia fixa receberão 500 multas

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deverá aplicar, entre julho e agosto, cerca de 500 multas às operadoras de telefonia fixa, como resultado dos procedimentos administrativos por descumprimento de obrigações (PADOs) referentes às metas de qualidade e universalização do ano passado, que as operadoras deveriam ter cumprido. As multas por descumprimento de metas de universalização podem chegar a R$ 50 milhões e as por descumprimento de metas de qualidade, a R$ 40 milhões.Segundo o superintendente de serviços públicos da Anatel, Edmundo Matarazzo, no ano passado foram abertos 1.800 PADOs. Desse total, 300 foram arquivados, 500 resultaram em advertência às operadoras e o restante ainda está sendo analisado. Neste ano, outros 300 PADOs foram abertos. A Anatel divulga mensalmente um balanço do desempenho das operadoras de telefonia em relação às metas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.