Oposição a Chávez apresenta 2,7 milhões de assinaturas

Líderes da oposição ao governo do presidente Hugo Chávez, da Venezuela, entregaram ontem à noite mais de 100 caixas contendo cerca de 2,7 milhões de assinaturas ao Conselho Nacional Eleitoral, pedindo pela realização de um referendo sobre a permanência de Chávez no poder. O direito ao referendo é garantido pela constituição após o cumprimento da metade do mandato presidencial. Chávez atingiu metade de seu mandato em 19 de agosto. Chávez tem insistido que não há tempo hábil para a realização do referendo ainda este ano. A oposição não quer deixá-la para 2004, quando as atenções estarão divididas com as eleições regionais. Em maio, o governo e a oposição assinaram um acordo prevendo referendo sobre a manutenção de Chávez no poder até o fim de seu mandato. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.