Oposição acusa Assad de usar armas químicas

A Coalizão Nacional Síria (CNS), principal órgão da oposição no país, voltou a advertir a comunidade internacional para o uso de armas químicas pelo regime de Bashar Assad, dessa vez em Homs, dominada pelo Exército Livre Sírio (ELS) e palco de uma ampla ofensiva do governo. Os opositores acusam Assad de apelar para armas químicas diante da "resistência" dos rebeldes na cidade. As forças de Assad bombardearam intensamente ontem o bairro de al-Jalidiya e o centro antigo de Homs.

O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2013 | 02h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.