Oposição alerta para fraude em pleito em Gana

O Novo Partido Patriótico (NPP), principal força da oposição em Gana, disse que houve um "padrão de fraude" na eleição presidencial realizada neste domingo (9) no país. Segundo a emissora de televisão Joy News, com base em resultados preliminares de 269 dos 275 distritos de votação, o atual presidente John Dramani Mahama, do partido Congresso Nacional Democrático (NDC, na sigla em inglês), aparece com 50,66% dos votos, contra 47,76% de Nana Akufo-Addo, do NPP.

ÁLVARO CAMPOS, Agência Estado

09 de dezembro de 2012 | 18h17

A Comissão Eleitoral de Gana está divulgando os resultados da eleição no seu website, mas os números mais recentes incluem apenas 173 distritos. Segundo os dados oficiais Mahama tem 49,61% dos votos, contra 48,90% de Akufo-Addo.

"Nós temos evidências concretas suficientes para mostrar que a eleição presidencial de 2012 foi vencida por nosso candidato", disse o NPP em comunicado. No documento o partido alega que percebeu "um padrão de fraude, onde um número substancial de votos foi transferido para o candidato do NDC ou tirado do nosso candidato".

A oposição pede uma auditoria da apuração dos votos e de dados das máquinas de verificação biométrica usadas na eleição, antes que o resultado oficial seja divulgado pela Comissão Eleitoral. Um segundo turno está marcado para o próximo dia 28 se nenhum candidato receber mais de 50% dos votos. No total, oito concorrentes participam da disputa. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesGanafraude

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.