Oposição avança em eleições municipais chilenas

Assim como no Brasil, os eleitores chilenos também votaram hoje em eleições municipais do país, durante as quais a oposição direitista aparentemente se fortaleceu, segundo projeção do Instituto de Sociologia Política da Pontifícia Universidade Católica do Chile. A entidade apontou que a oposição deveria vencer inclusive na capital, Santiago.As eleições transcorreram em geral sem incidentes. Em Santiago, o candidato da União Democrática Independente (UDI), Pablo Zalaquett, deve derrotar Jaime Ravinet, da situação. Ravinet já administrou a capital por 10 anos.Outra má notícia para a situação ocorreu em Valparaíso, onde o democrata-cristão Aldo Cornejo deveria perder para Jorge Castro, também da UDI.Para os analistas, os resultados das eleições locais chilenas devem influir na escolha dos pré-candidatos para as eleições presidenciais. Atualmente, a presidente do país é Michelle Bachelet, da coalizão de centro-esquerda Concertación. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.